Post-Hype: “Portal 2”

Lançado em Abril do ano passado para PC, Xbox 360 e PlayStation 3, “Portal 2” é sequência de um aclamado jogo que não passava de brinde em um pacote que incluía outros quatro títulos. “The Orange Box”, lançado em 2007, além de incluir três episódios da saga “Half-Life 2”, vinha com o fenômeno multiplayer “Team Fortress 2” e este tal “Portal”, todos feitos em cima da engine Source, de propriedade da Valve e a origem de todos seus trabalhos desde 2004. “Portal”, como os outros jogos da caixa, era em primeira pessoa, mas com um tremendo diferencial: era um puzzle.

E tinha a GLaDOS.

Ainda viva.

Resumindo o primeiro episódio de forma bem breve (por que este artigo é para a sequência), “Portal” era um puzzle de portais, onde você avançava por salas testes desenvolvidas pela vilanesca inteligência artificial chamada GLaDOS, que lhe prometia bolos de recompensa, mas logo você aprendia que “o bolo é uma mentira”. Nascia aí um meme neste pequeno projeto (nasceu de uma ideia de um grupo de estudantes da DigiPen) que emplacou não só uma mecânica inteligentíssima como criou memes, transformou uma robô temperamental em vilã do ano e botou “Still Alive” no setlist de “Rock Band”! Quatro anos depois e recebemos um novo episódio da aventura. Maior, mais ousado e que, semanas atrás, recebeu um upgrade que o deixa ainda mais ambicioso: um editor de fases.

“Portal 2” segue a mesmíssima fórmula de seu predecessor (use uma arma de portais para avançar por salas testes), mas avança a narrativa de forma criativa. Com a suposta destruição de GLaDOS no primeiro jogo, você controla uma nova personagem “rata de laboratório” da Aperture Science sendo acordada pela inteligência artificial Wheatley para fugir do local, que está caindo aos pedaços. Durante a fuga, vocês dois acordam GLaDOS novamente – afinal ela estava “ainda viva” – que agora quer vingança e lhe coloca para passar por novas salas de testes. Eternamente. E sem direito a bolo.

Resumindo a genialidade de “Portal” em uma única imagem.

A partir daí o jogo pode parecer reproduzir o que seu antecessor já criou, mas logo a aventura toma novos rumos, uma reviravolta inesperada lhe coloca para explorar novas áreas abandonadas do gigantesco complexo da Aperture Science, seja salas testes abandonadas nos anos 50, ou simplesmente locais convencionais onde você terá que usar um raciocínio mais lógico para seguir em frente. A sua intenção é apenas de fugir, mas conhecer o passado da mitologia deste universo é fascinante.

Em termos de jogabilidade e gráficos, o jogo é o mesmo. “Portal 2” ainda usa a engine Source, que é capaz de fascinantes marabalismos para parecer atual apesar de ser um produto da geração passada. Não estamos falando de um jogo belíssimo, mas mais do que funcional. Todas as novidades ficam por conta dos novos enigmas propostos na história, que são focados em portais, claro, mas agora também envolvem pontes de energia, campos gravitacionais e géis coloridos de funções variadas. Outra novidade interessante é um modo multiplayer co-operativo, onde cada jogador controla um simpático robozinho que deve avançar por salas testes que usam as mesmas mecânicos do jogo singleplayer, mas tem foco, claro, na cooperação. E, recentemente, a versão PC de “Portal 2” recebeu a atualização gratuita que coloca um editor de fases para os próprios fãs criarem seus novos enigmas.

Um dia como qualquer outro nos laboratórios Aperture.

O sistema conta com a habitual funcionalidade da Steam. As novas fases estão disponíveis através da própria dashboard do programa, com um atalho também dentro do jogo. Dentro de uma lista dividida em categorias, com filtros, avaliações e comentários… Se você simplesmente quiser baixar as melhores fases ou as mais recentes, elas estarão disponíveis a um clique de distância. Cada nível novo, dependendo da audacidade do criador, pode ter algo entre 20 Mbs, que hoje em dia são baixados com enorme velocidade, portanto logo você poderá estar jogando. E após terminar a fase, você pode avaliá-la e deixar seu comentário.

O conceito dos enigmas de “Portal 2” são simples o suficiente para interessar qualquer um a tentar desenvolver algo nele. Não testei o editor em si, apenas joguei novos níveis criados nele, mas duvido que seja tão absurdamente complexo assim considerando que joguei algumas criações tão simples, ao mesmo tempo criativas e desafiadoras, que é provável que a Valve tenha disponibilizado uma ferramenta bastante prática. Algumas das novas fases criadas por fãs (pelo menos aquelas com as melhores avaliações na Steam) são tão interessantes e os enigmas tem resoluções tão criativas que poderiam muito bem estar no produto final, dentro da própria história de “Portal 2”! E claro, além de fases que são simplesmente bem feitas, você também irá encontrar ideias que podem não muito bem se encaixar dentro do universo da Aperture Science, mas que irão fazer o nerd dentro de você sorrir assim mesmo. Procure por uma versão nova da primeira fase de “Doom”, por exemplo.

Pois é!

No momento em que escrevi este artigo, a Steam lá listava 15.000 fases criadas por fãs para “Portal 2”. É um número impressionante, mesmo considerando que a imensa maioria provavelmente não seja lá isso tudo… Ainda assim, estamos falando de um jogo incrível que se sustenta sozinho com uma boa história, level design inteligente e modo cooperativo divertido. E agora ganha o apoio das redes sociais para estender seu fator diversão para anos à frente. “Portal 2” custa a bagatela de 15 dólares na Steam (quando não está em promoção). Não deixe a oportunidade passar. É melhor do que comer bolo.

Anúncios
Esse post foi publicado em Post-Hype, Videogames e marcado , , , . Guardar link permanente.

Comente aqui...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s