Review: “Homem de Ferro 3” de Shane Black

Os dois primeiro filmes do Homem de Ferro foram sustentados por Robert Downey Jr. O ator foi uma escolha acertadíssima para o papel de Tony Stark, mas suas aventuras eram para lá de mundanas e simplórias. Verdade seja dita, em “Homem de Ferro” não acontecia nada e em “Homem de Ferro 2” menos ainda! Eram filmes de ação sem ação. Mas Downey Jr. soube segurar as plateias no cinema. E agora ele está de volta como Tony Stark em “Homem de Ferro 3” com a promessa do personagem, finalmente, levantar vôo.

Ou não.

A história começa após os eventos de “Os Vingadores” (lembrando que os filmes produzidos pela Marvel fazem parte do mesmo Universo Cinematográfico, portanto “Homem de Ferro 3” não é sequência de “Homem de Ferro 2” apenas) onde Tony Stark quase morreu após salvar Nova York de uma invasão alienígena. Mas um novo vilão, um terrorista chamado Mandarim, volta e coloca o herói em perigo novamente e sozinho – já que Thor, Hulk e Capitão América não se importam com um terrorista atacando os Estados Unidos, deixe o Homem de Ferro se virar!

Engraçada a forma como o filme lida com essa aventura pós-Vingadores. Nenhum outro personagem do Universo Marvel dá as caras aqui, nem mesmo Nick Fury ou a Viúva Negra, que participaram dos anteriores. A única referência ao que veio antes é que Tony Stark tem ataques de ansiedade por que afinal ele enfrentou alienígenas ao lado de um deus nórdico e entrou em um buraco de minhoca dimensional. De fato, não deve ser fácil para ninguém passar por isso, mas é tudo mencionado de uma forma tão casual e o roteiro não tira nada disso. Tony Stark tem um ataque por uns minutos, depois não tem, e tá tudo ótimo! Jura?

Apesar disso o filme rende muito melhor do que os dois anteriores. Sim, temos cenas de ação! Milagre! Algumas muito boas inclusive, como quando o nosso herói salva um grupo de pessoas que é jogada para fora de um avião. A troca do diretor Jon Fravreau (que apenas volta como o amigo Happy) por Shane Black parece ter sido boa, ou talvez simplesmente produziram um roteiro melhor para ser dirigido dessa vez. A história tem boas reviravoltas e o ritmo é bom, portanto o resultado final acaba sendo o mais interessante da série Homem de Ferro até aqui. Apesar que a gente sabe que, se chegamos aonde chegamos, o responsável é um único homem.

homemdeferro3

A Marvel deve toda a potência de suas franquias a Robert Downey Jr. Claro que a marca de seus heróis no cinema ganhou força mesmo com os X-Men e o Homem-Aranha no início dos anos 2000, mas a produtora só investiu pesado e independentemente quando “Homem de Ferro” estreou em 2008. “Thor” e “Capitão América” não brilharam, mas “Os Vingadores” explodiu de vez e, em grande parte, por que Downey Jr. estava lá no meio da galera e o público sabia quem era ele – não o Thor ou o Capitão América! Agora “Homem de Ferro 3” vem para cimentá-lo de vez na calçada da fama após, sozinho, tornar o Universo Cinematográfico Marvel uma referência de pipoca ao grande público.

Portanto, para qualquer dúvida se o filme funciona, saiba que Downey Jr. está lá, então claro ainda funciona! O resto do elenco tem Gwyneth Paltrow e Don Cheadle de volta, além de Rebecca Hall fazendo nada e Guy Pearce sendo um péssimo vilão forçadamente maníaco. De nota mesmo só Ben Kingsley como o Mandarim, uma agradável surpresa, e o jovem Ty Simpkins, que tem boas cenas com a verdadeira estrela do filme. É aquele negócio… Blockbuster banal e de esforço medíocre, mas o carisma de um bom ator e um roteiro que lhe dá espaço para explorar isso ajudam “Homem de Ferro 3” a manter, novamente, o público sentado na cadeira.

Anúncios
Esse post foi publicado em Filmes, Reviews e marcado , , , , , , , . Guardar link permanente.

Comente aqui...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s