Artes conceituais perdidas do Batman que Darren Aronofsky quase dirigiu!

Antes de Christopher Nolan abocanhar a direção do reboot da franquia Batman (que veio a se tornar a trilogia Cavaleiro das Trevas), o principal nome cotado dentro da Warner para o projeto era Darren Aronofsky. Recém saído de “Réquiem para um Sonho”, o diretor indie começou a trabalhar em uma sinopse e em artes da sua idéia, inspirado em “Batman: Ano Um“, graphic novel cultuada de Frank Miller.

A história mostraria – assim como “Batman Begins” – um novo estilo na origem do famoso Homem Morcego. Seu batmóvel seria um carro tunado e sua roupa um pouco mais simples. O mordomo Alfred seria um mecânico chamado Little Al e também teríamos a presença da Mulher-Gato no filme. Bem, tudo isso ficou no passado, mas artes perdidas do projeto foram publicadas pelo blog io9 e você pode vê-las abaixo. Será que teria dado certo?

Este slideshow necessita de JavaScript.

Batman foi para Christopher Nolan, Darren Aronofsky foi para “A Fonte da Vida” e “Batman: Ano Um” acabou sendo adaptado em uma animação. O resto é história…

Anúncios
Esse post foi publicado em Easter Eggs, Versões canceladas e marcado , , , . Guardar link permanente.

Comente aqui...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s