Review: “Capitão América 2 – O Soldado Invernal” de Anthony Russo e Joe Russo

Chegamos ao novo episódio da Fase 2 do Universo Cinematográfico Marvel (após o medíocre “Homem de Ferro 3” e o sofrível “Thor: O Mundo Sombrio”) com “Capitão América 2: O Soldado Invernal”. Apesar de seguir padrão dos filmes da produtora, com muita ação, personagens e referências, eis uma produção um pouco mais simples e mais centrada em uma história. Na verdade eu diria que é a primeira vez que a Marvel se esforça no roteiro! O resultado, se não é brilhante, funciona muito bem.

O principal diferencial deste filme é não exagerar nos absurdos gratuitos e focar-se em uma trama de espionagem e reviravolta bem interessante. Tudo começa com Capitão América salvando um navio de piratas franceses em nome da S.H.I.E.L.D., mas questionando suas motivações afinal, no mundo de hoje, nem o símbolo do patriotismo norte-americano é mais tão patriota assim! Coisas acontecem, incluindo algumas reviravoltas interessantes, revelando que nada é mais tão simples como na 2ª Guerra que Steve Rogers conheceu tão bem. Saiba o menos possível a respeito da história, que não é nada digno de “O Cavaleiro das Trevas”, mas muda bastante e isso é ótimo. Ah, em algum momento aparece o vilão chamado Soldado Invernal, mas ele não é o foco…

Como eu já disse, o mérito todo está no roteiro (de Christopher Marcus e Stephen McFeely), que tem bons diálogos, personagens bem estabelecidos e bastante ação e acontecimentos. Enquanto muitos filmes de super-heróis focam em dilemas metafísicos e ameaças cósmicas, “Capitão América 2” apenas se esforça em contar uma aventura interessante e movimentada. Lembra um pouco a avalanche de produções de espionagem dos anos 90 pós-Guerra Fria, ou até mesmo o recente “Salt”. Seria legal se os russos fizessem parte do enredo, mas acho que a Marvel não iria querer arriscar uma birra do Putin, né?

A direção é de Anthony e Joe Russo, que vindos de “Dois é Bom, Três é Demais” não parecem os mais adequados, mas fazem um trabalho aceitável. Suas cenas de ação são muito acrobáticas, com belas coreografias, o que contrasta (positivamente) com o exagero da maioria dos filmes de super-heróis que recorrem demais aos efeitos e explosões barulhentas. Fora um clímax fraco e esquizofrênico, os irmãos Russo se comportam muito bem! Entretanto, com uma fotografia banal, enquadramentos óbvios e edição básica, “Capitão América 2” não será lembrado como “um filme de…”. Insisto no que já digo tem tempo, a Marvel parece ter medo de arriscar com suas marcas. Sem nunca colocar um Tim Burton, Sam Raimi ou Christopher Nolan, seus filmes não decolam como obras marcantes. Ficam todos iguais – sem dúvida a intenção da produtora, para criar coesão no Universo Cinematográfico – e dificilmente serão lembrados daqui a alguns anos.

Chris Evans volta como o heroico protagonista, se esforçando onde pode e convencendo como líder de elenco. Não é nenhum Robert Downey Jr., mas confia no papel. Sem ficar patriota demais – apesar de um discursinho bobo no clímax – seu Capitão América não é uma bandeira ambulante e tem tanta personalidade quanto o Homem de Ferro. Voltando de “Os Vingadores” temos Samuel L. Jackson como Nick Fury e Scarlett Johansson como a Viúva Negra. Ambos fazendo o mesmo de sempre dos filmes anteriores.

As novidades do elenco são numerosas: Robert Redford como um Secretário de Estado com jeitão de Secretário de Estado; Anthony Mackie como um novo ajudante alado; Emily VanCamp como uma vizinha fofa; e Sebastian Stan como o Soldado Invernal. Seu vilão quase não fala e não vai assustar ninguém, mas provoca boas lutas com o herói. Alguns atores que participaram de outros episódios do Universo Cinematográfico também dão as caras, mas é melhor ficar no segredo para se surpreender.

Anúncios
Esse post foi publicado em Filmes, Reviews e marcado , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Comente aqui...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s