Review: “Valiant Hearts: The Great War” para computadores

Perante a overdose de tratados sobre a 2ª Guerra Mundial, a sua antecessora 1ª Guerra parece menos importante. Apesar de ser considerado o primeiro marco de uma nova Era para a civilização humana, que mudou para sempre o modo de vida da Europa (enterrando de vez a Belle Époque que o Titanic já tinha tratado de afundar), a Grande Guerra perdeu espaço para sua sequência na cultura. A 2ª Guerra teve vilões claros, um envolvimento maior de outros países, batalhas terrestres e ataques aéreos grandiosos e terminou com o nascer da bomba atômica, além de dividir o mundo em dois. Já a 1ª Guerra foi mais bagunçada, territorialmente limitada e ficou parada nas trincheiras por muito tempo.

valianthearts01

Dessa forma parece ter sido uma guerra “menos interessante” de se representar na literatura, cinema ou mesmo videogames. Para cada “Medal of Honor” ou “Call of Duty” que colocava o jogador para enfrentar nazistas, quantos foram feitos sobre a outra grande guerra? Pois é. Não foi um período bem explorado, o que torna a existência de algo como “Valiant Hearts: The Great War” algo ainda mais especial.

O jogo foi desenvolvido pela Ubisoft Montpellier, o mesmo estúdio dos recentes “Rayman Origins” e “Rayman Legends”, e usa a engine UbiArt para criar uma graphic novel bastante interativa. As animações são belíssimas, os gráficos são cheios de detalhes, o que deixa “Valiant Hearts” como algo para se admirar. Mas se você acha que a Grande Guerra não inspiraria nada além de bons visuais perante uma narrativa entediante, você está enganado. É difícil categorizar o jogo em um gênero, mas o mais próximo que posso dizer seria aventura em 2D. E o level design de “Valiant Hearts” é muito interessante.

O jogo acompanha quatro personagens diferentes: o francês Emile, seu genro alemão Karl, o americano Freddie e a belga Anna. Quatro pontos de vista diferentes da mesma guerra, todos heroicos a seu modo. Apesar do vilão ser o general Barão Von Dorf, a narrativa não coloca nenhum lado como monstro a ser derrotado. Todos perderam muitas vidas nas inúmeras batalhas que você participa… E em uma mídia onde perder vida é algo rotineiro, ou matar inimigos é mera consequência, é interessante que “Valiant Hearts” seja um jogo de guerra com pouco para matar e que evoca o peso da perda humana. Isso dá um toque especial numa aventura bastante particular.

valianthearts02

A Grande Guerra teve 16 milhões de casualidades (militares e civis), algumas batalhas foram encerradas com centenas de milhares de mortes de cada lado. Centenas de milhares! Vivemos em tempos tão cínicos que parece que a morte chega a ser algo comum, mas muitas vidas foram interrompidas na guerra. “Valiant Hearts” não quer passar uma mensagem “anti-guerra”, mas mostra a realidade com dureza. Apesar do visual animado, o tom todo do jogo é bastante cinza e marrom. Esta não é uma guerra divertida, apesar de o jogo em si ser divertido.

As fases seguem uma perspectiva 2D constante e envolvem você explorar o cenário, procurando objetos para seguir em frente. É bastante simples, mas não é limitado. Alguns enigmas vão exigir pensar um pouco de uma forma bastante lógica, já que o jogo não dá tanto espaço para absurdos (apesar de umas sequências de ação serem bastante fantasiosas). Os momentos de stealth podem ser um pouco lentos, mas as fases em que você explora uma trincheira ou campo de concentração atrás de objetos para atender aos pedidos de NPCs são bem legais. Apesar do clima sóbrio e realista, “Valiant Hearts” interage bem com o jogador e o coloca para se divertir mesmo.

Outra interação bem estruturada está através dos fatos históricos narrados em dados montados a partir de fotos e informações da Comissão Mission Centenaire, que inclui também um pouco da participação brasileira – sim, participamos da 1ª Guerra Mundial! Para quem não sabe desses detalhes ou não quer ler um bom livro de História, eis um videogame que cumpre muito bem seu papel informativo. Mas insisto que isto aqui não é apenas uma “graphic novel interativa educativa”. “Valiant Hearts: The Great War” é um divertido jogo de aventura que trata com respeito e maturidade um triste período da humanidade.

valianthearts04

Anúncios
Esse post foi publicado em Reviews, Videogames e marcado , , , . Guardar link permanente.

Comente aqui...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s